• Pelo visto ainda não acabou

    Date: 2003.12.23 | Category: Asas de Borboleta, espírito, saudade | Tags:

    Este ano foi um ano de morte. Sem nenhuma figura de linguagem. Mas eu não esperava passar dia 24 de dezembro no cemitério. Infelizmente, parece que vou.

    Aos que me detestam, aos que me desejaram tanto mal, um Feliz Natal. Podem celebrar à vontade, ao menos alguém fica feliz. Beijei a lona. Estou no chão. Podem pisotear à vontade, que não fico pior que estou. Já não sinto mais nada. Aproveitem.

    Tio, decanse em paz.