• Date: 2006.03.22 | Category: vida interior | Tags:

    Image hosting by Photobucket

    Meditações de Outono

    Porque será que as folhas dos plátanos ficam tão mais lindas antes de morrer?

    Não sei se os veranistas de plantão, os eternos adoradores das areias da praia, vão concordar comigo. Felizmente, não preciso que muitas pessoas concordem comigo… Enfim, acho o Outono a estação mais linda do ano. Este é o momento do ano em que a natureza oferece um festival de beleza, os dias têm um friozinho gostoso, o céu é de um azul intenso que quase cega, é belo demais. A luz é indescritível.

    Quem tiver a sensibilidade, ou quem tiver morado como eu num lugar onde neva – e se passa meses do ano privado de qualquer cor que não seja o verde escuro dos pinheiros e o marrom-acinzentado dos troncos nus – vai concordar que é a época do ano em que se medita com mais profundidade, em coisas mais importantes. A Natureza deslumbra, mas também mostra que as folhas caem de um dia para o outro, que tudo é efêmero e passa rápido. Os dias ensolarados se alternam com noites cada vez mais frias. Há uma pressa em absorver esta beleza toda, o passo da gente fica mais acelerado…

    Eu estou vivendo o outono de meus anos. Os momentos são frescos, são ensolarados, mas eu SEI que o inverno está logo ali. Isso não me dá tristeza, me dá urgência, aquela pressa de urso que precisa comer para hibernar com um estoque de alimento que o sustente até a primavera. Porque, certamente como chega o inverno, ele passa para dar lugar a uma linda primavera… um renascer lindo num lugar melhor do que este.

    Mas, primeiro, penso grave olhando o céu brilhante de minha cidade, primeiro há que se enfrentar o inverno. E o outono é a época de se preparar para isto.

    Talvez o outono seja tão lindo para nos dar forças para o que virá.