• Fio da Navalha

    Date: 2007.01.03 | Category: luta, pai | Tags:

    A diferença entre a saúde e a doença pode ser um pedaço de papel.
    A diferença entre a esperança e o desespero pode ser uma mão trêmula.
    A diferença entre a vida e a morte pode ser um pensamento.

    Quando se caminha assim, no fio da navalha, podendo cair de um lado ou de outro, só o que se pode fazer é criar uma “visão de túnel”, colocar antolhos emocionais e fazer de conta que nada mais existe no mundo a não ser aquele momento específico. É fazer de conta que aquele engasgo é só um engasgo. É não pensar nas consequências longo prazo de nada.

    Na verdade, a diferença entre a sanidade e a loucura é a capacidade de não pensar. Então, peço licença aos queridos leitores do Asa, e aviso que estou numa fase Scarlett O’Hara: “Penso nisso amanhã”.

    Eu volto, eu volto, não sei como não sei quando. Eu preciso e tenho saudades daqui, mas meu paizinho precisa ainda mais de mim. Beijos carinhosos aos amigos antigos e aos visitantes novos. Vão fuçando por aí, tem texto interessante para todo gosto. A dona da casa vai, de novo, para o hospital. Ainda bem que lá tem um bocado de borboletas, muitas flores.

    No resto, eu penso amanhã.